Este é o site oficial do piloto de Dragster MAURÍCIO DEBARBA.
Última atualização em 06/09/2017.

Sobre Maurício Debarba por Iverson JN.
Saiba aqui como foi o 19º Festival Brasileiro de Arrancada em 2.012.
.................................................

19º Festival Brasileiro de Arrancada

Dezembro de 2.012.

 

.........

Aqui faremos um pequeno resumos do que foi esta que é a maior prova de ARRANCADA do Brasil. Começamos pelo portão de entrada do AIC - AUTÓDROMO INTERNACIONAL DE CURITIBA que fica na cidade Pinhais, região metropolitana da capital Paranaense.

Um prova que está na sua 19ª edição anual e pelas fotos e comentários vocês irão entender porque de tanto glamour. Afinal quem ganha aqui leva o título reconhecido pela CBA como campeão do Festival Brasileiro, tido como o maior evento da AMÉRICA LATINA na modalidade ARRANCADA segundo seus organizadores.

 

 

 

 

 

 

 

Vejam a matéria veiculada no METRÓPOLE JORNAL sobre a vitória de MAURÍCIO DEBARBA no 19º Festival Brasileiro de Arrancada.

Este jornal circula em São José dos Pinhais, Curitiba e cidades da região metropolitana. É um jornal que vem dando um apoio enorme ao piloto de São José dos Pinhais e aqui somente podemos agradecer ao espaço dado, pois sabemos que são poucos os meios de comunicação que abrem espaço para as provas de arrancada.

Obrigado em especial ao Sr. Dirceu que é o editor de esportes do mesmo jornal.

 

 

 

 

 

 

 
 

 

19º Festival Brasileiro

de Arrancada...

 

Fizemos o melhor tempo da prova.

 

6,201 seg. a 333 km/h.

 

Por esta papeleta podemos ver o "passo a passo" da evolução na pista deste que foi o melhor tempo desta prova.

Com reação tranquila, largando para marcar tempo o Top registrou 1,149 segundos nos 60 pés e na passagem de 1/8 de milha (201 metros) cravou 4,021 com uma velocidade de 310 km/ho que para a equipe é uma marca histórica em relação a pista do AIC. É isto mesmo 310 km/h em apenas 201 metros, saído do ZERO.

Aqui temos uma foto de MAURÍCIO DEBARBA ainda na sexta-feira. Pra quem o conhece pode ver que em dia de prova sua aparência muda bastante, sempre focado no trabalho, muito concentrado, cuidado com equipamento, atenção total aos detalhes. Afinal um erro pode mandar pelos ares um motor que pode levar meses para ser refeito.

Acompanho a carreira desta "CARA" há mais de 20 anos de muito perto e sei o que se passa num final de semana de prova, a responsabilidade com o carro, com sua vida e quem esta a sua volta. E o que sabemos é que na segunda-feira tudo volta ao normal, então não dá pra vacilar.

 

 
 

Começamos o final de semana com esta cara do tempo. Primera funcionada do carro com o dia bonito, céu aberto e um sol de rachar.

Esta operação é necessária para acertar ponto, ver se tudo ficou ajustado. Em cada prova parece que a primeira puxada é a primeira da vida de todos da equipe, muita atenção nos detalhes, pois o brinquedo é meio IGNORANTE, você pisa e ele responde com URROS VIOLENTOS...rs.

Ajustes feitos, tudo nos conformes como dizemos e vamos pra pista, sol, eu com meu SOBREPESO e mais o Fábio e o Cabelo vamos para a primeira puxada do final de semana. Somente na sexta-feira. O JAA nosso chefe de equipe achou melhor acertar primeiro todos os detalhes pra daí por o carro pra andar.
 
 
Foi tenso...rs...a fila pra largar nos treinos livres que acabariam na sexta no horário do almoço nos deixaram por acabar o treino, porém, nós e mais algumas equipes fomos traídos pelo tempo. Esta não é uma foto do momento, porém isto aconteceu três vezes quando era a nossa vez de largar. Esta vez foi somente a primeira. Enfim, nem andamos na sexta. Ou melhor não houve o treino pra nós...rs...normal...já aconteceu isso em nossas vidas mais de uma dúzia de vezes...

Não temos muitos registros de fotos desta primeira puxada, pois o Bob, nosso fotógrafo oficial não estava equipado no momento...rs.

Abaixo uma coisa que as pessoas não entenden porque fazermos.

Na primeira largada temos o hábito de nunca acelerar a pista toda, pois isto pode causar problemas.

 
 

 

Nosso chefe de equipe JAA pede que Maurício largue forte nos primeiros 201 metros e tire o pé, como na foto ao lado, e por sua vez eu peço que ele abra os páraquedas para conferir se tudo também está ok.

No caso do chefe de equipe ele faz uma leitura do racepack no seu notebook para ver como o motor se comportou, somente depois disso o carro estará liberado para acelerar a pista toda. Mesmo assim o carro entrou na casa dos 7 segundos já nesta primeira largada.

AGORA É PRA VALAR MESMO...

Aqui um detalhe interessante. Talvez você deva estar se perguntando porque o pneu de um dragster é parafusado na roda...

É simples, com força da tração e toda a torção da hora da largada o pneu patinaria na roda, então os americanos que já passaram por isto no passado adotaram esta medida para não ter este tipo de problemas.

 
 

Aqui nesta foto dá pra ter uma idéia muito boa do que falamos acima.

Se não fossem parafusados além da perda de tempo por patinar na própria roda o risco de acidente é enorme.

Estes pneus funcionam como ELÁSTICO...esta torção força tanto, mas a borracha tende sempre a voltar a seu estado de repouso o que irá impulssionar ainda mais o carro para frente.

Também devem se perguntar porque os carros de arrancada passam na água para fazer o burnout. Bom, aí fica mais fácil de entender...quando passa-se na água a idéia é de quando o piloto acelerar para fazer o burnout ele utilizará menos força do motor, evitando assim o risco da quebra já no bornout. Veja a saída na foto ao lado e a outra logo abaixo...
 
 
como os pneus destracionam rapidamente isto irá causar um aquecimento forçado dos pneus com muito menos força do motor empregada. E tenham certeza, se bobear QUEBRA MESMO.

Observem como eles fritam e fazem aquele lindo lençol de fumaça que todos esperamos ver...em ARRANCADA isto é sempre um SHOW a parte.

Aqui já no domingo preparando para uma largada oficial.

 
 

Os fotógrafos estão todos ali a postos, com seu equipamento poderoso que em muitos casos dá pra comparar com a mecênica dos nossos melhores carros de arrancada, tem fotógrafo aí tem um TURBO A, XTM, PRO MOD e até TOP ALCOHOL nas mãos em forma de "MÁQUINA FOTOGRÁFICA"...é sério...kkk.

...daí meus amigos que brindamos vocês com as fotos que aqui estão, da DRAGSTERBRASIL.COM, AUTODYNAMICS.COM.BR, HOTCAMPINAS.COM, BOB GENERIQ, BRUNA JANSEN, a mais nova integrante da equipe POWERTECH/DEBARBA DR.

Agradecemos a todos pelas fotos.

Aqui Paulo Kuelo, o Salcisha, como foi batizado pelo amigo Polaco nesta prova, em sintonia com Fábio, buscam que Maurício siga o caminho por onde os pneus passaram destracionando, pois se os pneus ficaram limpos e aquecidos, a pista também e para conquistar a TRAÇÃO TOTAL é melhor aproveitar o máximo que se pode.
 
 

Fábio usa aqui um spray anticongelante para evitar que o blower trave acelerado no final dos 402 metros e o piloto fique em apuros pra parar o dragster. É impressionante como isto congela rapidamente. Queria um desses para gelar cerveja...kkk.

Este é um momento de tensão para todos da equipe, o Top funcionando e vejam que o piloto não tem ângulo algum de visão para ver ser Fábio já terminou o serviço, para isto fica um mecânico em frente sinalizando para que fique parado.

Fábio aqui tenta esconder os olhos da direção dos escapes do Top, neste momento o excesso de combustível é absurdo e a irritação nos olhos é imediata, a inalação também deve ser evita ao máximo, afinal isto é METANOL PURO.

A função dele agora é ligar o racepack para que após a chegada no box sejam retiradas as informações do funcionamento do motor.

Isto é como se fosse um PEN DRIVE, só que maior e já com um programa compatível ao instalado no notebook do chefe de equipe. Tira do Top passa pra tela.

 
 

Momento da largada...esta fumaça que sai atrás do carro não é dos pneus ou do motor, é a embreagem que está trabalhando, ela fica regulada patinando e vai travando ao longo da pista para que o Top destracione o mínimo possível os pneus e não perca tempo.

Meus amigos aí vai um negócio que é caro $$$...afinal ela patinando é desgaste natural e $$$ para reposição.

Num TOP FUEL com NITROMETANO isto é um FUNIL pra tocar fogo em dinheiro, pois a embreagem trabalha mais ainda que em nosso caso.

Com potência plena Maurício dispara na reta do AIC em busca de uma puxada perfeita.

Os pneus torcem, o motor empurra, o chassi entorta, parece que tudo irá pelos ares... o Top rasga a reta e o motor gira a ponto de levar tudo ao ponto que sempre chamo de "GEMIDO FINAL"...parece que acelerar mais 1 centésimo de segundo irá EXPLODIR...

 
 

Com arquibanca totalmente cheia e público todo em pé o show continua, afinal já começou no burnout. Nas arquibancadas não dá nem pra respirar, como se vê ficaram lotadas, não somente arquibancadas, mas mais a frente vocês verão o AIC num todo...ENTUPIDO DE GENTE...GENTE COMO A GENTE...APAIXONADA POR ARRANCADA...

Com uma velocidade absurda e inimaginável para quem não está acostumado o dragster vai de ZERO a 100 km/h em menos de UM ÚNICO SEGUNDO.
 
 
Esperávamos que tudo fosse bem, mas foi ÓTIMO nesta puxada, não fosse algo que levou o carro a entrar no limitador de giros antes do tempo e AMARRAR os últimos 100 metros da largada conforme ficou descrito no racepack.

Mesmo assim o tempo de 6,354 segundos com uma velocidade de 324 km/h já havia até então sido o melhor da prova.

A reação do Maurício Debarba foi de 0,052 segundos o que somando com o tempo dá 6,406 segundo totais. Então em duas situações temos o melhor tempo.

 
 

De volta aos boxes, agora irá começar um trabalho que numa prova de Arrancada com dragsters é obrigatório.

O "DESMONTA E MONTA" tudo novamente em tempo record.

Enquanto Eu (Iverson JN) e o Bob Generiq (nosso fotógrafo oficial) trabalhamos na verificação e dobra dos páraquedas.
   
 
É um trabalho que parece não ter a menor importância, porém em muitos casos resolve situações não imaginadas. Tem que ser feito e não podem haver erros, pois se numa hora de precisão não funcionar as consequências podem ser fatais. Nem falamos no $$$ aqui.

Como no caso do acidente do MAZDA da categoria XTM, não afirmo aqui com certeza, porém se o piloto tivesse conseguido acionar os páraquedas, talvez pudesse controlar o carro e os prejuízos seriam menores. E claro o susto que ele passou também.

Entenda-se que em algumas situações o piloto não consegue acionar os páraquedas. O que pode ter sido o caso dele.

   
 

Os demais mecânicos trabalham duramente em todo o Top.

Cabelo trabalha diretamente com Fábio em todo o processo, neste momento ajustam as válvulas.

Cada um tem, uma, duas ou mais funções já pré- relacionadas pelo chefe de equipe.

No caso do Fábio a parte do motor é de sua total responsabilidade, assessorado diretamente pelo JAA, chefe da equipe. Este é claro não põe a mão na massa, mas sabe o caminho das pedras como ninguém.

 

 
Enquanto Maurício relaxa após uma descarga violenta de adrenalina sobre o corpo, Kuelo e Ceará (ao lado direito) acertam detalhes do Top acompanhando o serviço dos outros, cada um fazendo uma parte, detalhe por detalhe, o carro vai sendo desmoentado e remontado rapidamente.

Aqui Cabelo verifica "peça por peça" em detalhes partes do motor do dragster, filtros, velas, cabos, etc.

 
 

Tudo isso funciona num clima descontraído, porém nunca esquecendo a responsabilidade total. Claro que MUITO TRANQUILO, pois foi uma prova que não houveram QUEBRAS...daí meus amigos, O BICHO PEGA...kkk

Aqui, Cabelo, Kuelo e Neco fazem o reabastecimento, todo cuidado é pouco, isto é METANOL PURO. Substância altamente nociva e mortal.

Ao fundo, a direita, nosso mais novo membro, o Polaco, reapareceu após 13 anos longe das pistas, era nosso parceiro desde o início da carreira de Maurício. Assou uma COSTELA que deixou os vizinhos de box com água na boca.

Maurício e JAA conversam detalhes da puxada, depois de se estenderem por algum tempo na visualização do mapa feito pelo racepack e as instruções de JAA serem passadas aos mecânicos, ele e Maurício conversam sempre para acertar a próxima puxada. E olhe que estes dois se entendem muito bem.

O que é necessário para isto fluir é PROFISSIONALISMO DO PILOTO, pois se não souber o que está fazendo o chefe de equipe fica totalmente perdido.

   
   

Com o Top já revisado, páraquedas no lugar, abastecido é hora de esperar a vez da categoria ser chamada.

Kuelo e JAA estão aproveitando o que dá pra descansar as pernas...no final do dia todos ficam exaustos.

Enquanto isso não acontece, vamos fazer umas poses pra lembrar no futuro e dar boas risadas.
 
 

Top já na entrada da pista, o motorzão que irá em seguida devorar a pista aguarda pacientemente a sua vez. Quem vê ele desligado assim e nunca viu um desses funcionando se assusta já de cara quando funciona.

Parece um PIT BULL com RAIVA...sai de perto patrão que aí o bicho fica doido.

Agora vai...rs...

Piloto totalmente concentrado, é um momento pra ajustar tudo, cinto de segurança, hans, posição de alavanca dos páraquedas, repassar tudo o que foi conversado com o chefe de equipe, fazer uma breve concentração, entrar em sintonia com DEUS, e AGORA VAMOS.

 
 
Pra quem não sabe, isto é um sistema de partida a frio, o metanol é um álcool e precisa de uma ajudazinha pra acender igual ao seu carro do "dia a dia", então uma gasolina direto no blower, "goela abaixo" resolve tudo.
Nas mãos de Cabelo e Kuelo está o arranque externo que vai pra cima da pick-up, ali conectado por duas baterias ele dá o starter no motor e é retirado rapidamente.
 
 

Burnout pra puxada final...o Top de mais de 3.000 HPs faz o público ir ao delírio. Eu que estava logo atrás do Top vi aquilo e quase não acreditei. Todos levantaram ao mesmo tempo e logo que o Top desacelerou todos aplaudiram em pé, gritavam e assobiavam como se fossem uma UNIDADE...MUITO SHOW que vocês que foram deram...

 

PARABÉNS...

A potência faz com a água os pneus "derretem" e virarem fumaça rapidamente...fumaça que vem engolindo tudo pela frente...

pra gente que fica atrás do Top não se vê absolutamente nada...

 
 
O pessoal da imprensa procura rapidamente o melhor ângulo para ter a melhor foto do final de semana, afinal o Top virou a sensação da prova.
Fábio busca na ponta dos dedos o trilho aquecido pelo MONSTRO que já retornando cospe excessos de metanol pelos escapes.
 
 
Kuelo e Fábio juntos alinham Maurício no que será o melhor pedaço de pista daquele momento.
"SEM DÓ, NEM PIEDADE" Maurício Debarba empurra o acelerador no fundo do assoalho com se estivesse matando um bicho, as borboletas do blower somem, o Top arranca, a frente levanta monstrando a torção do chassi e para que lado o motor gira. Fábio atrás do Top cobre os olhos ainda...o MONSTRO se vome com uma velocidade descomunal (acho que nunca havia escrito esta palavra...kkkk)... a cabeça do piloto é pressionada contra o santantonio por causa da força G e lá vai o Top na reta do AIC.
 
 

Com 1,149 segundos na marca dos 60 pés, Maurício rasga a reta de 1/4 de milha (402 metros) do AIC em busca do seu melhor.

 

O Top sai, como todos esperávamos muito bem, e vai fazendo o público vibrar e ir ao delírio nas arquibancadas e nós da equipe todos ansiosos por uma boa puxada...
 
  A área de largada fica para trás num instante e todos nós ali atentos a cada volta dos pneus, cada movimento do Top...
Aí nesta foto já podemos ver o começo da perda de algum tempo, que poderia ter nos dado um tempo melhor ainda...
 
 
notem nas três fotos, acima, ao lado e abaixo que o pneu fica quadrado EMBAIXO. Isto é sinal que está tentando destracionar, um pouco agarra e um pouco solta...o piloto é quem sofre muito com isso, pois o carro vibra até quase embaralhar a vista...mas Maurício não desiste...

Aqui fica evidente o fato...pneu totalmente deformado, porém não pode ser na parte debaixo como neste caso...ele teria que ficar assim na parte de trás do Top.

Vejam também que o piloto não alivia o motor em instante algum, mas o tempo foi ótimo...apesar do sufoco, pois isto torna o carro um tanto instável.

 
 
O tempo de 6,201 segundos numa velocidade de 333 km/h foi o melhor desta prova.
De páraquedas abertos (graças a DEUS...rs...) Debarba encerra sua participação no 19º Festival Brasileiro de Arrancada com "CHAVE DE OURO"...para nós foi um final de semana ÓTIMO, para os organizadores do evento vimos que também afinal lotação total e sucesso absoluto...
 
 

Logo após a última puxadea MAURÍCIO DEBARBA curte o momento com o fãs, em especial com o amigo Samuel Cubas de São José dos Pinhais e sua namorada, com Matheus Cancian (foto a ser postada) e demais fãs e amigos que por lá apareceram...

Em provas de automobilismo é comum as empresas e patrocinadores apresentarem seus produtos através de garotas como estas e é claro que várias delas deram uma passada no box da equipe campeã para fazer umas poses também ao lado do piloto e outros da equipe.
 
 
Debarba aqui em uma foto com nossos dois fotógrafos oficiais, Bob Generiq e sua Srª Bruna Jansen, recém admitida na equipe.
Como disse anteriormente, as garotas estão sempre por aí, agora quem será que está mais bonito na foto aí, eles ou ELAS???????....kkkkkkkkkk.
 
 
Um vista da plaqueta do troféu de campeão do Festival na categoria DRAG TOP.
Aqui Maurício com o fã Samuel Cubar de São José dos Pinhais, este esteve com a gente durante pelo menos três dias do evento.
 
 

Foto do pódium, Maurício Debarba recebe o troféu da prova e os brindes dos patrocinadores do evento...acho que ele aproveitou o momento aí...kkk

Clique sobre a foto ao lado e veja a matéria do GLOBO ESPORTE sobre a prova e MAURÍCIO DEBARBA.

Aqui Debarba com novo visual...de macacão preto, uma nova versão que está aí saindo do forno ele apresentou no festival.

Aí postei esta foto só para vocês darem um look no visual...

 

Capacete Simpsom, balaclava de nomex (tecido anti-chamas), luvas e macacão revestidos com nomex também, no caso deste macacão é algo em torno de 6 (seis) camadas de nomex, isto daria pra suportar fogo por uns 30 segundos sem risco de queimaduras, sapatilhas também revestidas de nomex e meias de nomex também...tudo isto para assegurar a integridade física do piloto. E pra terminar nos ombros vai uma proteção extra para a coluna que é o HANS DEVICE...tudo isto homologado.

Vamos ver se Debarba aprovou o novo modelito que é diferente do tradicional vermelho em duas peças e passará a usar algo assim em peça única.

UFA...era isto....rs.

CLIQUE NA FOTO AO LADO E VEJA O VÍDEO DE UMA DAS LARGADAS...foi domingo pela manhã, por volta das 8:40 e as arquibancadas já estavam com muita gente.

 
 

Todo este preparo para na hora de fazer isto estar totalmente seguro e só pensar em acelerar.

Foto aqui repetida...rs...mas esta é pra confirmar com vocês o grande número de fãs numa prova como estas.
 
 

Área de box totalmente tomada, entre a cerca de proteção da pista e a mureta interna, pouco espaço, nas área de circulação, pouco espaço...Arrancada é assim, totalmente democrática, público e pilotos dividem espaços, e olha que as vezes não dá nem pra gente se virar dentro do nosso box de tanta gente passeando por lá...

O público é parte do SHOW...TEM QUE ESTAR PERTO, PARTICIPAR, CONVERSAR COM PILOTO...

Dêem uma olhada no que era o público da prova, domingo a tarde já não cabia ninguém em lugar algum...até carros dentro dos boxes onde não dava pra estacionar a direção da prova acabou fazendo vista grossa pra não se stressar.
 
 
Área do fundos dos boxes também sem espaço algum, observem a fila no andar de cima para entrar no restaurante do AIC, os quiosques abaixo também cheios...não dá pra pensar em nada que não tenha fila...
Área de fora dos boxes onde foram montados o FESTIVAL BAR e o espaço para exposição de carros e o pavilhão de lojas...nesta hora ainda estava VAZIO...
 
 
Vejam na área das lojas como ficava quando estava meio tranquilo. A circulação de pessoas era enorme o tempo todo.

Ao lado os dois troféus que Maurício levou para casa nesta prova. O de campeão do 19º Festival Brasileiro de Arrancada e mais o de campeão da COPA BRASIL DE ARRANCADA que ainda não havia sido entregue.

De quebra ainda faturou o Campeonato Paranaense de 2.012.

 
  Aqui Maurício com junto do Top e de seus troféus.
Agora Maurício e Iverson JN (Eu...rs...) pra gente rir outra hora...antes que alguém fale a foto foi atrás do carro pra esconder a barriga...rs...
 
 
Aqui uma foto antiga, mas é para lembrar de quem nos guia sempre em todas as tarefas da vida e numa prova perigosa como estas também. Tanto Maurício como Eu, somos devotos de NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO e só podemos agradecer por um final de semana especial onde todos nós da equipe, todo o público, e todos os demais pilotos, equipe e organização chegamos ao final protegidos...como foi o caso do piloto da XTM com o Mazda que capotou...alguém estava lá zelando por sua integridade física...OBRIGADO DEUS, OBRIGADO NOSSA SENHORA.
A plaqueta do troféu da COPA BRASIL DE ARRANCADA, homologado pela CBA e tudo...kkk...coisa fina heim...
 
  Aqui Paulo Kuelo pra recordar e guardar com carinho todo o empenho do seu trabalho.
Agora é Cabelo que aproveita o momento.  
 
Aqui, (da esquerda para a direita)...Cabelo, Kuelo e Fábio, todos curtindo o resultado do trabalho de meses.
O Top e o troféu da COPA BRASIL DE ARRANCADA.  
 
Equipe POWERTECH/DEBARBA Drag Racing Team, uma união que está próxima de completar 20 anos, sempre com muito sucesso e ótimos resultados.

Equipe POWERTECH/DEBARBA Drag Racing Team se apropria de mais um logo de evento...ESSE É NOSSO...kkk

Brincadeiras a parte, valeu pelo ano de 2.012, valeram todas as experiências e mais ainda os amigos que nas pistas, no site, no facebook, nos prestigiaram.

Acompanhe MAURÍCIO DEBARBA no facebook também.

Logo a seguir colocaremos mais material sobre esta prova no ar.

 

Obrigado pela sua visita e que "DEUS ABENÇOE" a todos Nós.

 

Contato

E-mail: debarba@debarba.com.br

 

Todos os direitos reservados Debarba Drag Racing Team/Iverson JN.